Para efeitos de determinação de valores constantes na Tabela 02 do Despacho nº15793-E/2013, com as suas retificações, o PQ deve basear a sua análise na melhor informação disponível, em especial, aquela que lhe permita, com detalhe, determinar as camadas do pavimento ou parede.

Caso conheça a solução construtiva, mas não as camadas, poderá estimar, com base em tabelas técnicas (LNEC, por exemplo), o referido valor de resistência térmica. Caso não disponha de qualquer informação, deverá considerar as soluções por defeito apresentadas nos Anexos do ITE54 do LNEC, em função da idade do edifício e da espessura dos elementos homólogos adjacentes.

Em alternativa às opções acima indicadas poder-se-á considerar a solução prevista na tabela abaixo para “pavimento pesado”.

Solução
Pavimentos (fluxo descendente)
Pavimento Leve (1) 2,20
Pavimento Pesado (2) 3,10
Coberturas (fluxo ascendente)
Cobertura Leve Inclinada (3) 3,80
Cobertura Pesada Inclinada (2) 3,40
Cobertura Pesada Horizontal (2) 2,60

Legenda:
(1) Pavimento de madeira do tipo barrotes e soalho sem tecto interior
(2) Betão
(3) Cobertura de madeira fortemente ventilada

Esta tabela poderá ser utilizada nos seguintes casos:

  • Pavimentos, quando não seja possível identificar, ou se desconheça, o tipo de constituição do pavimento. Nos valores indicados não se considera a contribuição de um eventual isolante térmico;
  • Coberturas, quando não seja possível identificar, ou se desconheça, o tipo de constituição da solução. Nos valores indicados não se considera a contribuição de um eventual isolante térmico.
  • Para pavimentos ou coberturas em contacto com locais não aquecidos deverá ser efetuada a devida correcção das resistências superficiais;
  • Estes valores poderão ser considerados quando não é conhecida a solução construtiva em causa.

 

Close Menu