Durante o processo de certificação, compete ao PQ proceder à identificação e estudo de oportunidades de melhoria de desempenho energético do edifício ou fracção, registando as mesmas no respectivo certificado a emitir. A ausência de propostas de medidas deve ser sempre detalhadamente justificada pelo perito. Neste âmbito, a actuação dos PQ deverá privilegiar, respectivamente e pela ordem apresentada, o estudo de medidas para:

  • correcção de patologias construtivas;
  • redução das necessidades de energia útil por intervenção na envolvente;
  • a utilização de energias renováveis;
  • a eficiência dos sistemas.

Para cada medida o PQ deverá identificar o custo estimado de investimento e  redução anual da fatura energética, bem como eventuais co-benefícios associados, que nem sempre se traduzem em benefícios quantificáveis em termos energéticos e/ou económicos, por exemplo: conforto térmico, acústico, visual, qualidade do ar, etc.

Close Menu